Como a criatividade virou um negócio

Conheça a história da artesã Wania Catoia e veja como a criatividade, um toque de coragem e as novas condições da Rede podem te levar ao sucesso 

Por Bruna Totaro

Publicado em 06 set 2019

Frio na barriga. Foi o que sentiu Wania Catoia ao começar um negócio próprio sem muito capital e em uma rotina completamente diferente da que levava como professora de artes. Mas foi justamente o desafio de empreender que a fez criar coragem, seguir seu sonho e abrir o Atelier Wania Catoia, há 11 anos.

Formada em artes plásticas e apaixonada por artesanato, Wania compartilhou seus insights criativos como professora por muitos anos, mas hoje usa sua criatividade em suas próprias obras. “O ateliê banca toda minha vida. Você poder gerar renda com suas próprias mãos, sua própria criação, é muito gratificante. Cada pecinha que você faz tem um pouquinho de você. Vai uma energia, um carinho, um amor que você colocou ali”, conta.

A Rede acompanhou Wania ao longo de todo o processo e, agora, com a nova condição de receber vendas de crédito à vista em dois dias sem taxa de antecipação, ela conta que ficou muito mais fácil pagar fornecedores, melhorar o fluxo de caixa e atingir seu faturamento no fim do mês.

Se inspire e veja como no depoimento completo de Wania: 


        

Como a criatividade virou um negócio

Seu negócio aceita cartão? Muitos lojistas ficam em dúvida na hora de decidir se devem ou não oferecer essa opção de pagamento. Afinal, quais são as vantagens da máquina de cartão para as vendas? Antes de fazer essa escolha, é preciso prestar muita atenção ao comportamento dos seus clientes.

Hoje os cartões de débito ou crédito são a preferência dos brasileiros para realizar pagamentos, sendo que mais de 70% dos brasileiros optam por esse meio de pagamento em suas compras, segundo pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Pensando nisso, listamos neste artigo as principais vantagens da máquina de cartão para o seu negócio. Quer saber mais? Confira a seguir!

Depois de fazer um bom balanço do ano que se encerra, traçar metas para 2019 exige planejamento e inovação

Depois de fazer um bom balanço do ano que se encerra, traçar metas para 2019 exige planejamento e inovação

Conheça a história da artesã Wania Catoia e veja como a criatividade, um toque de coragem e as novas condições da Rede podem te levar ao sucesso 

Por Bruna Totaro

Publicado em 06 set 2019

Depois de fazer um bom balanço do ano que se encerra, traçar metas para 2019 exige planejamento e inovação

Frio na barriga. Foi o que sentiu Wania Catoia ao começar um negócio próprio sem muito capital e em uma rotina completamente diferente da que levava como professora de artes. Mas foi justamente o desafio de empreender que a fez criar coragem, seguir seu sonho e abrir o Atelier Wania Catoia, há 11 anos.

Formada em artes plásticas e apaixonada por artesanato, Wania compartilhou seus insights criativos como professora por muitos anos, mas hoje usa sua criatividade em suas próprias obras. “O ateliê banca toda minha vida. Você poder gerar renda com suas próprias mãos, sua própria criação, é muito gratificante. Cada pecinha que você faz tem um pouquinho de você. Vai uma energia, um carinho, um amor que você colocou ali”, conta.

A Rede acompanhou Wania ao longo de todo o processo e, agora, com a nova condição de receber vendas de crédito à vista em dois dias sem taxa de antecipação, ela conta que ficou muito mais fácil pagar fornecedores, melhorar o fluxo de caixa e atingir seu faturamento no fim do mês.

Se inspire e veja como no depoimento completo de Wania: 


 

Saiba qual diversidade tem ganhado espaço

Mãos unidas: trabalho em equipe

Promover a diversidade é meta da maioria das empresas que estão sintonizadas com as aspirações da sociedade atual...

Empreendedora aposta em setor inovador

Raquel Molina foi eleita a empreendedora do ano na feira de drones DroneShow

Raquel Molina era ainda uma criança quando ganhou o primeiro computador de seu avô, que aprendia sozinho a mexer na máquina...

Mulheres dão a força ao empreendedorismo

Mulher empreendedora no balcão de loja

Qual é o momento certo para investir em vendas online? Quando você vê a necessidade disso...

Saiba qual diversidade tem ganhado espaço

Mãos unidas: trabalho em equipe

Promover a diversidade é meta da maioria das empresas que estão sintonizadas com as aspirações da sociedade atual...

Empreendedora aposta em setor inovador

Raquel Molina foi eleita a empreendedora do ano na feira de drones DroneShow

Raquel Molina era ainda uma criança quando ganhou o primeiro computador de seu avô, que aprendia sozinho a mexer na máquina...

Mulheres dão a força ao empreendedorismo

Mulher empreendedora no balcão de loja

Qual é o momento certo para investir em vendas online? Quando você vê a necessidade disso...


 

Rede

site com acessibilidade