5 dicas de educação financeira que todo empreendedor deve saber

Alguns cuidados com as finanças podem fazer toda a diferença na gestão do seu negócio; será que você se preparou para os principais? 

Por Bruna Totaro

Publicado em 14 out 2019

Homem em frente a uma calculadora fazendo contas
Homem em frente a uma calculadora fazendo contas

Buscar conhecimento sobre finanças é fundamental para tomar decisões conscientes e mais assertivas para o controle financeiro​ ​do seu negócio. É importante saber gerenciar o dinheiro que entra e sai da sua empresa desde o início para não se atrapalhar no meio do caminho.

Para ajudar você nessa jornada de educação financeira, conversamos com o educador financeiro Victor Barboza, que destacou os 5 principais cuidados relacionados às finanças que todo empreendedor deve estar atento: 

1- Faça um planejamento de gastos

Coloque na ponta do lápis quanto você precisa para colocar o negócio para funcionar. Para prestar um serviço, talvez precise investir em treinamento, cursos e capacitações, enquanto para vender um produto precisará de matéria-prima e estoque.Também entram nessa conta custos com contabilidade e cartório para abrir a empresa ou com criação de marca e domínio de site. Feito isso, priorize seu dinheiro guardado para investir ou busque uma forma de empréstimo que não prejudique as finanças futuras, com parcelas acessíveis, juros baixos e que não precise pagar de imediato. 

2- Fluxo de caixa: tenha como hábito

Começou as vendas? Então é hora de acompanhar seu ​fluxo de caixa​ para o controle financeiro de todas as entradas e saídas. Faça no papel, use os relatórios da Rede, planilhas e outros sistemas online especializados que conheça. O importante é o controle ser feito de forma clara, eficiente e que funcione bem para você. Ao entender os números, poderá compará-los e saber se deve ou não mexer nos preços ou cortar gastos. 

3- Divida bem as finanças pessoais e do negócio

“Vejo muitos empreendedores terem dificuldade de colocar em prática, mas é preciso separar a pessoa física da pessoa jurídica”, destaca o educador financeiro. Para isso, tenha desde o começo contas e cartões separados, além de controles individuais - um do fluxo de caixa da empresa e outro de finanças pessoais. Definir um pró-labore, valor fixo para você retirar mensalmente, como uma remuneração, também pode ajudar nesse equilíbrio. 

4- Crie uma reserva de emergência

Se policiar para ter um fundo de emergência facilita na gestão dos negócios, pois o faturamento nos primeiros meses nem sempre vem alto como se espera. Com dinheiro guardado, você tem uma opção quando não conseguir pagar as contas, em vez de buscar um empréstimo e acabar pagando juros sem necessidade. 

5- Lembre da relação de risco e retorno

“Ter um negócio próprio é uma forma de investimento e, mais do que isso, de maior risco e com retorno esperado também maior”, explica Victor. Ao se planejar bem e saber administrar as finanças, o retorno com seu negócio certamente será maior do que outros investimentos que existem no mercado.

Continue acompanhando o blog da Rede para mais assuntos sobre educação financeira, empreendedorismo, tecnologia e gestão do negócio! 


        

5 dicas de educação financeira que todo empreendedor deve saber

Alguns cuidados com as finanças podem fazer toda a diferença na gestão do seu negócio; será que você se preparou para os principais? 

Por Bruna Totaro

Publicado em 11 out 2019

Por Bruna Totaro

Publicado em 03 out 2019

Você tem a chance de oferecer​ descontos reais​ para seus clientes? Então é bom começar a se preparar para a Black Friday 2019, que acontecerá em 29 de novembro. Segundo o diretor de shopping e varejo do IBOPE Inteligência, Fabio Caldas, a data tem potencial para ajudar a melhorar as vendas mesmo com a incerteza do mercado.

“Acompanhamos crescimento de 6,5% no fluxo em shoppings no dia da Black Friday em 2017 e 4,3% em 2018”, destaca Fabio. Mas a tendência de maior fluxo e consumo não é exclusiva de shoppings. E é por isso que lojistas precisam adotar boas práticas para manter uma imagem positiva e alcançar excelentes resultados. Então atenção nessas dicas: 

Por Bruna Totaro

Publicado em 02 set 2019

Seu negócio aceita cartão? Muitos lojistas ficam em dúvida na hora de decidir se devem ou não oferecer essa opção de pagamento. Afinal, quais são as vantagens da máquina de cartão para as vendas? Antes de fazer essa escolha, é preciso prestar muita atenção ao comportamento dos seus clientes.

Hoje os cartões de débito ou crédito são a preferência dos brasileiros para realizar pagamentos, sendo que mais de 70% dos brasileiros optam por esse meio de pagamento em suas compras, segundo pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Pensando nisso, listamos neste artigo as principais vantagens da máquina de cartão para o seu negócio. Quer saber mais? Confira a seguir!

Depois de fazer um bom balanço do ano que se encerra, traçar metas para 2019 exige planejamento e inovação

Depois de fazer um bom balanço do ano que se encerra, traçar metas para 2019 exige planejamento e inovação

Por Bruna Totaro

Publicado em 02 set 2019

Por Bruna Totaro

Publicado em 03 out 2019

Por Bruna Totaro

Publicado em 14 out 2019

Depois de fazer um bom balanço do ano que se encerra, traçar metas para 2019 exige planejamento e inovação

As vendas online crescem cada vez mais. Só no Brasil, já são 930 mil sites de e-commerce, segundo dados da BigData Corp. Com tantos negócios no mundo virtual, a prevenção de fraudes de pagamento ganha importância e se torna uma área estratégica para o comércio. “Não se trata de simplesmente encontrar fraudadores. E, definitivamente, não é uma forma de antivenda”, explica Leandro Garcia, fundador e CEO da 4Axon – Prevenção e Meios de Pagamentos.

Para ajudar você a trabalhar a prevenção à fraude na sua empresa, o especialista dá algumas dicas valiosas:

Você tem a chance de oferecer​ descontos reais​ para seus clientes? Então é bom começar a se preparar para a Black Friday 2019, que acontecerá em 29 de novembro. Segundo o diretor de shopping e varejo do IBOPE Inteligência, Fabio Caldas, a data tem potencial para ajudar a melhorar as vendas mesmo com a incerteza do mercado.

“Acompanhamos crescimento de 6,5% no fluxo em shoppings no dia da Black Friday em 2017 e 4,3% em 2018”, destaca Fabio. Mas a tendência de maior fluxo e consumo não é exclusiva de shoppings. E é por isso que lojistas precisam adotar boas práticas para manter uma imagem positiva e alcançar excelentes resultados. Então atenção nessas dicas: 

Homem em frente a uma calculadora fazendo contas
Homem em frente a uma calculadora fazendo contas

Ter um perfil no Google Meu Negócio pode ser decisivo para que clientes possam encontrar seus produtos e serviços ao fazer uma busca na internet. Você não precisa pagar nada para cadastrar sua empresa e construir um perfil com informações básicas. A ferramenta permite que você publique fotos e informações do seu estabelecimento, além de facilitar a interação com clientes, que podem comentar e avaliar a qualidade do seu produto e atendimento.

Philippe Trapp, COO Luxe & Lifestyle South America de uma rede de hotéis e restaurantes, sabe do potencial de ter um perfil sempre atualizado na ferramenta e conta que 30 a 50% dos acessos orgânicos em sites de restaurantes da rede que gerencia vêm do perfil no Google. Confira seis dicas dadas pelo executivo para usar o Google Meu Negócio para aumentar a visibilidade da sua marca e as vendas do seu negócio. 

Buscar conhecimento sobre finanças é fundamental para tomar decisões conscientes e mais assertivas para o controle financeiro​ ​do seu negócio. É importante saber gerenciar o dinheiro que entra e sai da sua empresa desde o início para não se atrapalhar no meio do caminho.

Para ajudar você nessa jornada de educação financeira, conversamos com o educador financeiro Victor Barboza, que destacou os 5 principais cuidados relacionados às finanças que todo empreendedor deve estar atento: 

1- Faça um planejamento de gastos

Coloque na ponta do lápis quanto você precisa para colocar o negócio para funcionar. Para prestar um serviço, talvez precise investir em treinamento, cursos e capacitações, enquanto para vender um produto precisará de matéria-prima e estoque.Também entram nessa conta custos com contabilidade e cartório para abrir a empresa ou com criação de marca e domínio de site. Feito isso, priorize seu dinheiro guardado para investir ou busque uma forma de empréstimo que não prejudique as finanças futuras, com parcelas acessíveis, juros baixos e que não precise pagar de imediato. 

2- Fluxo de caixa: tenha como hábito

Começou as vendas? Então é hora de acompanhar seu ​fluxo de caixa​ para o controle financeiro de todas as entradas e saídas. Faça no papel, use os relatórios da Rede, planilhas e outros sistemas online especializados que conheça. O importante é o controle ser feito de forma clara, eficiente e que funcione bem para você. Ao entender os números, poderá compará-los e saber se deve ou não mexer nos preços ou cortar gastos. 

3- Divida bem as finanças pessoais e do negócio

“Vejo muitos empreendedores terem dificuldade de colocar em prática, mas é preciso separar a pessoa física da pessoa jurídica”, destaca o educador financeiro. Para isso, tenha desde o começo contas e cartões separados, além de controles individuais - um do fluxo de caixa da empresa e outro de finanças pessoais. Definir um pró-labore, valor fixo para você retirar mensalmente, como uma remuneração, também pode ajudar nesse equilíbrio. 

4- Crie uma reserva de emergência

Se policiar para ter um fundo de emergência facilita na gestão dos negócios, pois o faturamento nos primeiros meses nem sempre vem alto como se espera. Com dinheiro guardado, você tem uma opção quando não conseguir pagar as contas, em vez de buscar um empréstimo e acabar pagando juros sem necessidade. 

5- Lembre da relação de risco e retorno

“Ter um negócio próprio é uma forma de investimento e, mais do que isso, de maior risco e com retorno esperado também maior”, explica Victor. Ao se planejar bem e saber administrar as finanças, o retorno com seu negócio certamente será maior do que outros investimentos que existem no mercado.

Continue acompanhando o blog da Rede para mais assuntos sobre educação financeira, empreendedorismo, tecnologia e gestão do negócio! 


 

Saiba qual diversidade tem ganhado espaço

Mãos unidas: trabalho em equipe

Promover a diversidade é meta da maioria das empresas que estão sintonizadas com as aspirações da sociedade atual...

Empreendedora aposta em setor inovador

Raquel Molina foi eleita a empreendedora do ano na feira de drones DroneShow

Raquel Molina era ainda uma criança quando ganhou o primeiro computador de seu avô, que aprendia sozinho a mexer na máquina...

Mulheres dão a força ao empreendedorismo

Mulher empreendedora no balcão de loja

Qual é o momento certo para investir em vendas online? Quando você vê a necessidade disso...

Gosto por hambúrguer vira negócio

Conheça a história do Hermann

Hermann não se imaginava dono de uma hamburgueria, mas a vontade de empreender falou mais alto; conheça sua história e as novas condições da Rede para empreendedores

5 dicas valiosas de mulheres empreendedoras

mulheres falando sobre suas experiências para uma plateia

Empreendedoras compartilham com a Rede as oportunidades que enxergaram para empreender e mostram dicas práticas para seguir em busca do sucesso

Saiba qual diversidade tem ganhado espaço

Mãos unidas: trabalho em equipe

Promover a diversidade é meta da maioria das empresas que estão sintonizadas com as aspirações da sociedade atual...

Empreendedora aposta em setor inovador

Raquel Molina foi eleita a empreendedora do ano na feira de drones DroneShow

Raquel Molina era ainda uma criança quando ganhou o primeiro computador de seu avô, que aprendia sozinho a mexer na máquina...

Mulheres dão a força ao empreendedorismo

Mulher empreendedora no balcão de loja

Qual é o momento certo para investir em vendas online? Quando você vê a necessidade disso...