Quais os riscos de uma venda feita por Link de pagamento?

Nas transações de Link Pagamento não há digitação de senha, por isso, caso o dono do cartão desconheça a compra, poderá contestar a transação (chargeback).

Nesses casos, serão solicitados documentos para avaliação do Emissor do cartão utilizado na compra e também pela Rede, que poderá deixar de efetuar o pagamento do valor da transação ao estabelecimento ou, caso já o tenha feito, poderá adotar qualquer uma das formas de cobrança previstas no contrato de credenciamento.

Confira algumas dicas de segurança:

  • O único canal para gerar o link de pagamento é através do portal ou app da Rede;
  • Compartilhe o link gerado diretamente com o portador utilizando um canal de sua confiança (pode ser WhatsApp ou e-mail, por exemplo);
  • Recomendamos, sempre que possível, que consulte as informações do portador em ferramentas de apoio, como: Receita Federal, Serasa ou Google para validar os dados do seu cliente;
  • Lembre-se: o estabelecimento é responsável pela eventual entrega de um produto ou serviço vendido;
  • Fique atento caso o comprador realize muitas compras sucessivas em um curto período de tempo. Normalmente os fraudadores têm pressa em receber o produto ou serviço adquirido.

ainda precisa de ajuda?


        

e-mail

envie uma mensagem para solicitações, elogios, sugestões ou reclamações.

telefone

conte para a agente qual é sua dúvida ou problema com o máximo de detalhe possível.